Confira quatro formas de repor o colágeno e firmar a pele de forma natural

A proteína pode ser estimulada e encontrada em alimentos e líquidos que fazem parte do dia a dia 

Naturalmente presente no organismo, o colágeno é responsável por dar firmeza e elasticidade a pele e cumpre importante papel na constituição de ossos, cartilagens, músculos, cabelos e unhas. Contudo o grande aliado daqueles que gostam de se cuidar e manter uma aparência bonita e um corpo mais firme, começa a ser produzido em menor quantidade a partir dos 30 anos, atingindo, por exemplo, depois dos 50 anos, apenas 35% do necessário para o organismo.

A menor quantidade produzida pode acarretar o surgimento de rugas, flacidez, fragilidade articular e óssea, além de doenças como osteoartrite, osteoporose e doenças da pele, tanto em homens quanto mulheres. “Mas o que pouca gente sabe é que o colágeno está presente e pode ser estimulado não apenas em cápsulas ou pó, mas também nos alimentos e líquidos que fazem parte do dia a dia”, releva a nutricionista Maria Paula Carlini Cambi. A profissional recomenda também a ingestão na forma hidrolisada, além de desmistificar o consumo da gelatina: “reúne açúcares e diversos corantes artificiais, além de pouca proteína”, diz.

Confira abaixo as alternativas para consumir e estimular o colágeno diariamente, segundo a nutricionista:

Carnes, peixes e ovos

São fontes de proteínas e de vitaminas B6 e B12. Estão na categoria de alimentos de origem animal e estimulam a produção de colágeno pelo corpo, promovendo o enrijecimento muscular. Além disso, contribuem para a flora intestinal com o metabolismo de carboidratos, aminoácidos e lipídios.

Vitamina C

Alimentos ricos em vitamina C como caju, kiwi, acerola, goiaba, laranja, cenoura e pepino, facilitam a síntese do colágeno pelo corpo, além de serem opções saborosas.

Água

Água e colágeno formam a combinação perfeita para um organismo saudável. O colágeno hidrolisado e solúvel tem alto valor proteico e é facilmente absorvido pelo corpo.

Leguminosas e aveias

Tanto as aveias quanto as leguminosas possuem silício, um mineral vindo de vegetais e indicados para o auxílio da rigidez celular. A aveia, por exemplo, age sobre cartilagens, músculos, tendões e articulações.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário