Barriga Pós Parto: 7 dicas para voltar à forma em pouco tempo

Seu bebê nasceu e você sente falta do seu antigo corpo? Saiba como acelerar o processo de recuperação da silhueta e perder a barriga pós parto!

Parabéns, mamãe! A chegada de um bebê é motivo para comemoração  e deve ser um momento repleto de muito amor com a nova vidinha que agora está nos braços e não mais na sua barriga.

Mas é claro que, apesar da felicidade do momento, nem tudo são flores, e muitas mulheres sentem falta da antiga silhueta com a qual desfilavam antes da gestação. Além das mudanças no corpo, a barriga pós parto, é comum que as novas mamães se lamentem por não caberem mais nas roupas que elas usavam 9 meses atrás, tendo resumido seu guarda-roupa a vestidos e batas bem folgadinhos.

Se o seu objetivo agora é recuperar a forma que você tinha antes da gravidez, existem algumas dicas que você pode seguir para que esse processo seja mais fácil e mais rápido. Porém, acima de tudo, lembre-se: seu corpo acabou de gerar uma vida, então não se cobre tanto, combinado?

  1. Comece a preparação antes da gravidez

Se você está pensando em engravidar ou acabou de descobrir que está esperando um bebê, saiba que esta é a melhor hora para começar a preparar o seu corpo para recuperar a forma. Claro que é normal ganhar alguns quilos durante a gravidez, mas o aumento do peso deve ser mantido sob controle.

Você deve se alimentar muito bem para fornecer todos os nutrientes para o bebê, mas isso não significa se empanturrar de bolo com cobertura no lanche da tarde todos os dias. Converse com seu obstetra para saber quantos quilos você poderá aumentar de forma saudável e tente se manter dentro desse limite com uma dieta adequada e atividades físicas.

Além disso, um aumento muito grande de peso pode levar à diabetes gestacional, prejudicando o desenvolvimento da criança. Portanto, fique de olho em quanto o ponteiro da balança sobe durante esses meses.

Atenção: antes de iniciar qualquer tipo de alimentação especial ou praticar atividades físicas, converse com o seu médico para conhecer as opções mais indicadas para você.

  1. Aproveite o período de amamentação

Assim que o bebê nascer, você já deve perder em torno de 4 a 5 quilos devido à eliminação dos líquidos da gravidez e à saída do próprio bebê. Em seguida, durante a amamentação, seu corpo deve eliminar cerca de 500 calorias por dia para manter seu bebê bem alimentado. Em função disso, depois de seis meses de amamentação exclusiva, você deve diminuir de 0,5 kg a 1 kg por mês.

Outra vantagem da amamentação é que esse ato estimula a liberação de ocitocina, um hormônio que induz o útero a voltar ao seu volume normal, fazendo com que sua barriga pós parto perca o aspecto de gravidez que ainda pode permanecer.

  1. Não faça dietas malucas

Iniciar uma dieta hipocalórica logo depois do parto na tentativa de recuperar a antiga silhueta não é nada saudável para um organismo que acabou de dar à luz e ainda precisa produzir o alimento do bebê,

Seu cardápio deve ser equilibrado com verduras, legumes, frutas, cereais integrais e proteínas, somando cerca de 2 mil calorias ao dia. Restringir muito a alimentação nesse período dificultará a sua recuperação e a amamentação do bebê.

  1. Retome a prática de exercícios físicos

Se você passou por uma cesárea, deverá esperar cerca de 40 dias para retomar as atividades físicas, enquanto as mulheres que tiveram parto normal podem fazer isso assim que se sentirem confortáveis para tal.

Você provavelmente vai sentir seu corpo diferente, com as articulações menos estáveis e uma certa fraqueza no assoalho pélvico, e por isso não deve se submeter logo de cara a um treino pesado. Porém, isso não significa que você não possa fazer caminhadas, alongamentos e exercícios para recuperar a força dos músculos. A dica, claro, é sempre procurar a orientação de um profissional.

  1. Os tratamentos estéticos são seus amigos

Assim que o médico liberar, as novas mamães podem recorrer à drenagem linfática e à massagem redutora de medidas para auxiliar na recuperação da antiga silhueta. Enquanto a drenagem contribui para a eliminação dos líquidos acumulados e diminui o inchaço, a massagem redutora tem poder de atuar sobre as gorduras localizadas.

Outro tratamento muito utilizado são os aparelhos de radiofrequência e infravermelho, que combatem a flacidez abdominal.

  1. Dê tempo ao tempo

É absolutamente normal sair da maternidade com o bebê nos braços e uma barriga pós parto que aparenta estar com 6 meses de gestação. Isso acontece porque, durante a gestação, o corpo da mulher sofre descargas enormes de hormônios, que se regularizam cerca de 180 dias depois do parto.

Então, não adianta nada se desesperar assim que sair da maternidade, pois seu corpo ainda estará retendo muitos líquidos como resultado das mudanças hormonais e seu útero ainda apresentará um volume maior do que o normal. Tenha paciência e não se desespere, pois altos níveis de ansiedade e estresse causam elevação do cortisol, que favorece o acúmulo de peso.

  1. Os tratamentos cirúrgicos existem para isso

Se já se passaram vários meses depois do parto, quem sabe até alguns anos, e você sente que ainda não recuperou a forma de antes, é possível recorrer a uma solução como um tratamento estético ou cirúrgico.

Caso o problema seja uma gordurinha localizada, você poderá conversar com seu cirurgião plástico para avaliar a possibilidade e a necessidade de fazer uma lipoaspiração ou mesmo uma minilipo. Ainda, dependendo do caso, a indicação pode ser de uma Abdominiplastia

O mais importante de tudo é que você só deve recorrer a uma cirurgia plástica caso a nova silhueta seja uma fonte de insatisfação para você e a sua autoestima, e nunca por imposição de outras pessoas.

 

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário