Micoses: causas, sintomas e tratamentos

As micoses superficiais da pele, em alguns casos chamadas de tineas, são infecções causadas por fungos que atingem a pele, as unhas e os cabelos. Os fungos estão em toda parte e podem ser encontrados no solo e em animais. Até mesmo na nossa pele existem fungos, que convivem conosco sem causar doenças. A queratina – substância encontrada na superfície cutânea, unhas e cabelos – é o “alimento” para estes fungos. Quando encontram condições favoráveis ao seu crescimento, como: calor, umidade, baixa imunidade ou uso de antibióticos sistêmicos por longo prazo (que alteram o equilíbrio da pele), estes fungos se reproduzem e passam então a causar a doença.

Existem várias formas de manifestação das micoses cutâneas superficiais, dependendo do local afetado e também do tipo de fungo causador da micose. As mais frequentes são:

Pitiríase Versicolor (pano branco): causada por um fungo chamadoMalazessia furfur, que provoca manchas redondas e esbranquiçadas no tronco e nos braços. A doença incide principalmente no verão, em indivíduos predispostos e após a exposição solar.

Frieira/pé de atleta: normalmente aparecem como áreas arredondadas, ou ovais, com borda vermelha elevada e descamação no centro.

Onicomicose (micose nas unhas): é caracterizada pelo descolamento da unha, coloração amarelada e a formação de hiperqueratose (massa branca) em baixo da unha.

Em todos os casos, a presença de umidade e calor predispõe o aparecimento das lesões. A prevenção se faz através de hábitos simples como: enxugar bem as áreas de dobras e entre os dedos dos pés, não andar descalço em pisos constantemente úmidos (lavapés, vestiários, saunas) e usar somente o seu material de manicure. O tratamento é feito com medicações tópicas e/ou orais e deve ser sempre orientado por um dermatologista.

A Dra. Anelise Ghideti  (CRM 109.432), da AE Skin Center, é dermatologista formada pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo; Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e Médica colaboradora no Ambulatório de Doenças das Unhas no Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário